Como escolher o óleo essencial para bebês?

Em primeiro lugar, é importante que o óleo seja de qualidade e tenha grau terapêutico puro. Devemos ficar atentos, pois esses óleos podem ser misturados com enchimentos, pesticidas, fragrâncias e outros componentes químicos que, obviamente, não irão trazer os benefícios curativos do óleo puro. Por isso, adquira óleos essenciais a partir de fornecedores confiáveis ou em lojas especializadas, onde você sinta confiança, como acontece ao comprar um produto de marca renomada. Escolha um aromaterapeuta de confiança para te indicar o melhor produtos ,que não queira apenas venda, mas também disponibilize todas as informações necessárias sobre como aplicá-lo de forma correta para melhorar o sono de seu bebê. 

Ao escolher um óleo para seu bebê, saiba que possivelmente você terá que experimentar vários para encontrar aquele que será o ideal porque a reação que eles causam no sistema nervoso varia de pessoa para pessoa e, por isso, deve-se testar alguns para encontrar o mais benéfico para o bebê. Você mesmo pode observar o comportamento da criança após o uso do óleo. Ninguém melhor que os pais para essa tarefa, afinal, são eles quem lida diariamente com o sono do bebê, e se ele não tiver uma boa qualidade de sono (como acordar no meio da noite graças a um sono irregular e leve), pode ter certeza que toda a família também não irá dormir bem. Portanto, ao cuidar da saúde de seu bebê, você também estará preservando o repouso de toda sua família!

 

Óleo essencial de LAVANDA

É um óleo essencial equilibrante e, por isso, pode acalmar as crianças e proporcionar um sono mais tranquilo.

Você pode experimentar massagear os pés do bebê usando esse óleo. Para isso, coloque uma gota de óleo de lavanda em 10 ml de óleo vegetal .

 Com a mistura obtida, massageie gentilmente os pés do seu filho.

Para as crianças mais agitadas, procure usar o óleo diretamente no difusor elétrico de água ou no aromatizador de ambiente.

 Basta colocar de sete a oito gotas de óleo.

O Óleo Essencial de Lavanda tem muitos efeitos calmantes e sedativos. Uma massagem com óleo de lavanda pode ajudar a relaxar um bebê agitado e estimular o sono e ainda aliviar as crises de cólicas. Esse Óleo ainda pode ser usado para aliviar picadas de insetos e reduzir a coceira.

Óleo essencial de Camomila Romana

A Camomila Alemã e a Camomila Romana são óleos essenciais suaves que podem ser benéficos para os bebês que têm problemas para dormir e cólicas.

 A camomila tem efeitos calmantes naturais e é tradicionalmente usada para tratar a insônia em bebês e adultos. Camomila, juntamente com lavanda, também podem aliviar os sintomas da cólica.

Fica com o coração apertado toda vez que o seu bebê tem cólicas? O óleo de camomila romana pode aliviar esse problema. Use duas gotas de camomila romana misturadas a 15 ml de óleo vegetal de gergelim. Depois, aplique na barriga do bebê com uma massagem delicada.

Olé Essencial de MANDARINA

O óleo essencial de mandarina, da família dos cítricos, ajuda a estimular o apetite do bebê. Para isso, use uma gota dissolvida em 10 ml de óleo vegetal.

 Você pode massagear os pés do bebê com a solução ou seguir o mesmo procedimento do óleo de lavanda, colocando oito gotas no aromatizador de ambiente.

 Vale lembrar novamente que o uso do óleo não deve ser feito em nebulizadores diretamente no rosto da criança.

 Cuidados antes de usar

Alguns óleos essenciais, como os de canela, cravo, bergamota, pimenta preta e tomilho, são contraindicados para crianças de todas as idades. Além disso, é preciso que os óleos essenciais sejam diluídos em óleos vegetais, como de amêndoas doces, semente de uva, abacate e gérmen de trigo.

Antes de aplicar pela primeira vez, faça o teste. É bem simples: dilua o óleo vegetal, passe uma gota no calcanhar do bebê e observe por 20 minutos. Se nenhuma alteração aparecer, como uma vermelhidão, o caminho está livre para você aplicar a aromaterapia.

Vale também comprar óleos essenciais de qualidade e estar sempre em contato com um especialista em aromaterapia “A aromaterapia é um cuidado preventivo, complementar e útil para o dia a dia, mas não substitui qualquer recomendação médica”.

Existe uma lista enorme de óleos essenciais ,mas estes devem ser usados com cuidado,por isso listamos apenas 3 que já trarão benefícios para seu bebê.

 

– Para aliviar as cólicas e a dor de barriga

O desconforto no estômago é um grande problema para o sono do bebê. Felizmente, os óleos essenciais também podem ajudar a combater esse problema. O  erva-doce, a lavanda, e a camomila romana são excelentes óleos para aliviar os problemas de estômago de forma natural e suave. Você pode diluir 1 gota em uma colher de sopa de óleo vegetal  diluidor e esfregar a mistura na barriga algumas vezes. Entretanto, se o problema persistir ou se você considerar que existe a possiblidade de ser um problema mais sério, deve buscar a ajuda de um profissional de saúde!

.

 Use os óleos no banho

A hora do banho pode se tornar um momento super relaxante! É sugerido colocar algumas gotas de lavanda ou camomila romana na água do banho com um sabonete líquido ou sal Epsom, para que ele possa se espalhar por toda a água.

– Faça uma massagem

Antes de colocar seu bebê para dormir, experimente fazer nele uma massagem com óleos essenciais e diluidores. Você pode optar pelo óleo de lavanda para começar. Misture de 1 gota do óleo essencial escolhido com 2 colheres de sopa de óleo vegetal diluidor e aplique nos braços, pernas, barriga, pés e orelhas. Essa massagem é muito relaxante e a fragrância do óleo ajudará seu bebê a relaxar e a ter um sono tranquilo.

– Coloque o óleo no difusor na hora de dormir

Apenas respirar e sentir o aroma dos óleos pode possibilitar maravilhas para todos nós – pais e filhos! Você pode colocar uma gota de lavanda no colchão ou travesseiro. A difusão de óleos essenciais pode auxiliar a limpar e purificar o ar no quarto do seu filho, e também pode ser usado para ajudar com problemas respiratórios. Especialistas sugerem usar um difusor de aromas ultrassônico de ar frio, pois o aquecimento dos óleos pode diminuir suas propriedades curativas. 

 Como Devo usar o Oléo Essencial em bebês?

Os óleos essenciais são extremamente potentes e por isso devem ser diluídos em um óleo ou creme neutros sem cheiro quando usados ​​na pele.

A diluição é especialmente importante para bebês e crianças pequenas.

 Para bebês com mais de 3 meses, a   National Association for Holistic Aromatherapy (NAHA) recomenda uma taxa de diluição segura de 0,5 a 1%, em comparação com uma diluição de 2,5 a 10% para adultos.

Como os bebês têm uma pele mais sensível do que os adultos, a American Association of Naturopathic Physicians observa que os óleos essenciais não devem ser usados ​​em bebês com menos  de 3 meses  de idade.

Mesmo quando diluídos, alguns desses Óleos Essenciais podem causar irritação, por isso é importante que antes do uso você faça um teste de sensibilidade no seu bebê, ou seja, faça um teste de contato com cada Óleo Essencial que você for usar

 É bem simples… prepare o óleo na diluição indicada aqui (0,5 a 1%), coloque uma gota em um algodão e passe no “peito do pé” do seu bebê por três dias seguidos no mesmo horário e local.

Observe diariamente se a pele do seu bebê ficou irritada com aquele Óleo Essencial, caso tenha alguma irritação lave na hora e não use mais esse Óleo Essencial pro seu bebê.

Quer saber mais sobre aromaterapia na Gestação, pós parto e bebês?

Quer saber como preparar sinergias durante as fases da maternidade ?

Envie uma mensagem que posso te orientar, lembrando que aromaterapia traz benefícios físicos e emocionais,que você pode usufruir quando utilizado da forma adequada..

2 + 2 =

AROMATERAPIA PARA BEBÊS- Quais óleo essencial usar e quando usar?

por | Maio 12, 2020 | Aromaterapia para Bebês, Dicas | 0 Comentários

Fale Conosco
Posso ajudar?
Powered by